JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.
ir para o topo

Quais são os perigos da ayahuasca? Entenda

Ayahuasca é um chá com potencial alucinógeno capaz de provocar alterações na consciência por um período de até dez horas. Algumas religiões usam a bebida em seus cultos como forma de abrir a mente e criar visões místicas.

No entanto, o chá contém substâncias que atuam sobre o sistema nervoso e causam efeitos colaterais como vômitos e diarreia, além de outros impactos negativos em longo prazo, como aumento da pressão arterial, surtos psicóticos e até a morte.

Com a colaboração da dra. Luciana Mancini Bari, clínica geral do Hospital Santa Mônica, nós preparamos este post para explicar com detalhes o que é o chá, como ele funciona no organismo dos usuários e quais são os principais perigos da ayahuasca. Continue a leitura!

O que é a ayahuasca?

O chá de ayahuasca, também conhecido como Santo Daime, é uma bebida feita a partir da infusão de duas plantas amazônicas: o cipó-jagube e o arbusto-chacrona. A palavra ayahuasca tem origem indígena e pode ser traduzida como “vinho dos mortos”.

O chá é utilizado há milênios por índios da América do Sul em rituais de extrema religiosidade, e somente no século passado surgiram seitas não indígenas que fazem o uso da bebida. Atualmente, cultos religiosos como o Santo Daime, Céu de Maria, Porta do Sol e União do Vegetal têm o consumo da bebida como ritual — hábito que é permitido no Brasil pelo Conselho Nacional de Políticas Sobre Droga (CONAD).

A liberação impõe algumas regras: pessoas que estão sob efeito de outras drogas e álcool não podem consumir o chá. Além disso, quem tem histórico de doenças mentais também não pode fazer uso da substância. No entanto, na prática, as seitas não têm como fazer esse tipo de controle e, por isso, a bebida torna-se um perigo.

Dra. Luciana Bari comenta que “Apesar da resolução que determina que o chá não deve ser consumido por quem tenha algum distúrbio psiquiátrico, ela não prevê quem pode apresentar algum transtorno depois de consumir o chá, ou quem pode ficar dependente dele.”

Como ela funciona?

O chá de ayahuasca contém DMT e inibidores da monoamina oxidase. Ao agirem no sistema nervoso central, essas substâncias causam euforia e visões psicodélicas. É por isso que muitos usuários acreditam que o uso da droga proporciona experiências místicas e transcendentais.

Efeitos no corpo

Os efeitos de curto prazo do uso do chá de ayahuasca são subjetivos. O usuário tem visões mesmo com os olhos fechados, delírios e sensação de vigilância. Essas visões costumam mostrar animais, divindades, demônios e seres da floresta, além da sensação de voar. A droga também pode provocar alterações de percepção e de cognição.

Além desses efeitos, como comentamos, estudos apontam ser comum que o usuário tenha alguns sintomas físicos, como diarreia, vômitos, tremores e náuseas logo após a ingestão da bebida.

Quais são os perigos da ayahuasca?

A popularização da droga e a permissão do seu uso no Brasil fazem com que muitas pessoas encarem o chá como um meio de diversão e esqueçam de se preocupar com os riscos e os perigos da ayahuasca. O consumo da bebida pode desencadear consequências físicas e psicológicas nos usuários. Saiba mais sobre elas a seguir.

Efeitos físicos

Além do vômito, náuseas e diarreia causados logo após o consumo do chá, outros efeitos físicos podem afetar os usuários, como taquicardia, tontura, aumento da pressão sanguínea, dor no peito e até convulsões. A intoxicação com DMT também pode causar hipertensão.

Efeitos psicológicos

Assim como acontece após o uso de outras drogas alucinógenas, como o LSD, os resultados causados pelo consumo da bebida e a reação de cada indivíduo a essas sensações não podem ser previstos. Algumas pessoas sentem muito medo, ansiedade, paranoia e correm o risco de trazer à tona alguns traumas do passado.

Por isso, a experiência pode ser assustadora, principalmente se for realizada sem o acompanhamento de pessoas treinadas e preparadas para auxiliar quem consome a bebida. Além do mais, esses efeitos podem permanecer por várias semanas.

Outros efeitos

Também é muito importante lembrar que o consumo de DMT aumenta o risco de ocorrência da síndrome da serotonina, principalmente em indivíduos que fazem uso de medicamentos antidepressivos. Isso acontece porque esses remédios estimulam a produção do hormônio, assim como a droga presente no chá. Os sintomas da síndrome, que pode ser fatal, incluem dores de cabeça, agitação e aumento da pressão sanguínea.

O consumo do chá de ayahuasca também representa grande perigo para quem sofre de transtornos mentais, como a esquizofrenia. Há ainda os riscos de convulsões, de problemas respiratórios, de surtos psicóticos e, em casos mais graves, de coma.

O chá de ayahuasca vicia?

As substâncias presentes no chá não são comprovadamente viciantes. No entanto, pode acontecer, em alguns casos, a dependência psicológica, assim como ocorre com os usuários de outras drogas alucinógenas. A vontade de continuar experimentando as sensações promovidas pelo chá pode levar as pessoas a fazerem o uso contínuo da bebida, o que, como já vimos, pode ser prejudicial à saúde física e à saúde mental.

Dra. Luciana Bari aborda que “O problema é que são pessoas, como todos dependentes químicos, que têm o componente físico, psicológico e genético, que frente a qualquer substância que altere o estado de consciência, podem fazer  com que disparem os gatilhos da dependência ”

“As pessoas confundem, por ser um chá, uma erva e ser usado por índios como algo natural e não prejudicial a saúde, mas foi demonstrado o contrário, que pode causar sérios danos para aqueles que o consomem”, salienta a especialista.

Por isso, antes de fazer o uso, é importante que a pessoa pesquise sobre o hábito e informe-se com relação às possíveis consequências, a fim de assumir conscientemente os riscos trazidos pelo consumo do chá.

Se você tem o hábito de consumir a bebida e acha que isso está atrapalhando a sua vida ou gostaria de parar e não consegue, é hora de buscar ajuda profissional. Quanto antes for iniciado o tratamento contra o vício, menores os riscos de sofrer com consequências graves.

Agora você já conhece os perigos da ayahuasca e entende como o consumo da bebida pode trazer prejuízos à saúde. Não se esqueça de contar com ajuda especializada caso esteja passando por problemas de dependência psicológica causados pelo consumo da substância.

Fique à vontade para entrar em contato conosco e saber o que podemos fazer. Estamos sempre dispostos a ajudar!

Fonte: Hospital Santa Mônica

Author avatar
RAV - Renovando a Vida
https://renovandoavida.com.br
Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.