JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.
ir para o topo

Conheça os malefícios causados pela Cocaína

Cocaína é o nome da planta de cujas folhas é obtido o cloridrato de Cocaína, vendido ilegalmente em diferentes graus de pureza e que também pode aparecer nas ruas como crack. Mas o que acontece com quem cheira pó? As consequências para quem usa cocaína ou crack são terríveis, e falaremos sobre este assunto no post de hoje. O ingrediente ativo é sempre a cocaína básica, que é liberada em uso. Existem várias maneiras de liberá-lo.

  • : cloridrato de cocaína, geralmente utilizado por quem cheira o pó diretamente. Além dos danos causados à saúde, do vício e de um possível óbito, destrói o pulmão e causa desvios de septo.
  • Crack: surgiu inicialmente na Califórnia em 1981 e depois se espalhou gradualmente para a Europa na segunda metade da década de 1980. Ele é produzido a partir do cloridrato de cocaína e pode chegar a cristais puros de cocaína básica, que são separados e quebrados. Dessa maneira, um grama de cocaína pode ser convertido em seis porções de crack.
  • Cocaína base livre: é outra maneira de produzir cocaína base a partir de cocaína-HCl. A única diferença do crack é a maneira como é feita.
O que acontece com quem cheira pó, e quais são as maneiras mais comuns de os dependentes usarem essa droga?
  • Cheirar: a ingestão nasal é o método mais popular entre os usuários de cocaína. Dessa forma, a substância atinge seu pico entre 15 e 60 minutos.
  • Injeção intravenosa: geralmente ocorre de forma combinada com heroína. Por via intravenosa, o dependente sente os sintomas de forma muito mais rápida. Acontece quase instantaneamente.
  • Tabagismo e inalação: a base de cocaína é fumada ou inalada a partir de papel alumínio previamente aquecido. Através deste uso, os efeitos também são sentidos de forma extremamente rápida.

A dose letal é de cerca de 1-1, 2 gramas. Se um usuário chegar a usar isso de uma única vez, pode ser fatal.

Efeitos colaterais de quem cheira pó

Tradicionalmente, os efeitos psíquicos da cocaína no sistema nervoso central são resumidos em quatro estágios de gravidade variável, dependendo da dose e frequência de uso. Eles são:

  • Euforia, melhor desempenho cognitivo e motor, anorexia e insônia;
  • Disforia, caracterizada por tristeza, melancolia, apatia, dificuldade de atenção e concentração, anorexia e insônia;
  • Paranoia, caracterizada por suspeita, alucinações e insônia;
  • Psicose, caracterizada por anedonia, alucinações, comportamento estereotipado, paranoia, insônia, perda de controle de impulso, desorientação.

O aumento da liberação de substâncias como dopamina, adrenalina e noradrenalina, desencadeia uma reação de alarme no organismo, com a ativação do sistema cardiovascular e consequente taquicardia e hipertensão. Ocorrem também tremores, contrações musculares, acompanhados por atraso no esvaziamento da bexiga e intestino.

Mecanismo de ação

A ação recompensadora da cocaína é expressa através da ativação dos neurônios dopaminérgicos do sistema nervoso. A cocaína potencializa a transmissão dopaminérgica, aumentando a concentração de dopamina.

O aumento da dopamina ocorre devido ao bloqueio dos transportadores que normalmente a recapturam (recaptação) do espaço sináptico. O uso constante leva à função dopaminérgica prejudicada, com uma redução na concentração sináptica da dopamina e na hipersensibilidade dos receptores pós-sinápticos observados no tratamento crônico.

Sendo assim, esse é um dos sintomas de quem cheira pó, mas o processo não acaba aí. Isso porque a cocaína também exerce uma ação inibidora sobre a recaptação de outros neurotransmissores, como a noradrenalina e a serotonina.

Isso significa que o usuário começa a apresentar grandes dificuldades para se sentir feliz e ter sensação de prazer que não seja causada pelos efeitos da droga. Afinal, a serotonina é um hormônio liberado durante a prática de exercícios físicos que causa relaxamento e sensação de prazer.

As consequências da cocaína no organismo de quem cheira pó

Pequenas quantidades de coca, menos de 10%, são excretadas na urina. Portanto, ela pode ser encontrado na urina por 8 horas após uma pessoa cheirar cerca de 1,5 mg/kg, até um limite máximo de 12 horas. A benzoilecgonina, o principal metabólito da cocaína, pode ser administrada em até 144 horas após a ingestão.

A tolerância à droga se desenvolve de forma bem rápida no corpo. Isso faz com que a tolerância se reflita na redução de efeitos prazerosos, que se tornam menos intensos e são superados apenas pelo aumento das doses e pela redução dos intervalos entre as doses.

Desse modo, o desejo de tentar novamente o prazer inicial e escapar da ansiedade leva ao uso compulsivo da substância, levando a compulsões reais durante as quais o dependente não se alimenta, não dorme, fica cada vez menos eufórico, mais disfórico, agitado e agressivo.

Portanto, esses picos geralmente duram de 2 a 3 dias e são interrompidas por um colapso físico do sujeito que cai em um estado de dormência ou apatia ou quando entra no início de um estado psicótico real.

Complicações e perigos do uso da Cocaína
  • Vasoconstrição e espasmos podem levar a ataques cardíacos.
  • A arteriosclerose também é acentuada pela cocaína.
  • As convulsões hipertensivas, causadas pela ingestão de cocaína, podem levar ao sangramento cerebral.
  • Devido aos efeitos vasoconstritores da substância, a ingestão por via nasal pode levar a necrose e perfuração do septo.
  • Hipertensão pulmonar e edema também podem acontecer. Inclusive, deu-se um nome popular para isso: o crack pulmonar.

Sendo assim, o uso crônico de cocaína, diminuindo o suprimento de dopamina, também pode causar hiper prolactinemia com ginecomastia (desenvolvimento das mamas nos homens), galactorréia e amenorréia. Além disso, a libido diminui com desempenho sexual reduzido, causando impotência nos homens e anorgasmia nas mulheres.

Sem contar, claro, quem cheira pó está sujeito a desenvolver convulsões com uma frequência muito maior. Portanto, se você conhece alguém que sofra com o vício em cocaína, saiba que o processo é completamente reversível se essa pessoa receber os devidos cuidados em uma clínica especializada. Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de álcool e drogas.

Author avatar
RAV - Renovando a Vida
https://renovandoavida.com.br
Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.